Início » Artigo » Aplausos para quem merece

Aplausos para quem merece

 

Rodolfo Juarez

Até agora o sistema voltado para a Defesa Social do Estado do Amapá ainda festeja os resultados das medidas preventivas tomadas para o período do carnaval de 2011. Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiro Militar, Guarda Municipal, Defesa Civil, todos estão satisfeitos com as estatísticas apuradas para o período.
Foram medidas planejadas, discutidas à exaustão e baseadas em experiências anteriores que levaram a esse resultado. Mas o principal ingrediente foi a vontade de acertar e alcançar índices aceitáveis e diferentes daqueles que desafiavam aquelas mesmas autoridades que ficavam incomodadas pelo resultado não corresponder ao esforço despendido.
Os representantes das policias, quando anunciavam os números, também demonstravam a satisfação por aqueles números. Viam que ali estava o resultado de muita preparação, alguns convencimentos e o esforço despendido por mais de 5 mil homens que se prontificaram a fazer o melhor.
Esse bom resultado pode servir de estímulo para outras ações coordenadas, cooperadas e planejadas. Sempre há possibilidade de melhorar e, se esse sentimento for desenvolvido entre os agentes públicos responsáveis pelas ações, os resultados serão, em regra, bem melhores.
De pouco adianta só vontade. Ou vontade e equipamento. Ou vontade equipamento e homens.
Precisa-se de muito mais!
O objetivo bem definido e exaustivamente divulgado para os operadores da ação e para a população tem um efeito positivo importante e sempre entra como um componente adequado e ajustado à compreensão de todos.
Identificar o local onde os problemas são mais freqüentes, observar aqueles que são mais propensos à perturbar à ordem, mapear esses lugares e observar essas pessoas, são dados e referências que sempre contribuíram para a eficácia de um planejamento.
As vidas que foram poupadas, considerando as estatísticas de anos anteriores, constituem os principais motivos da sensação do dever cumprido, do bom resultado alcançado e da confiança de que, com alterações nas operações é possível alcançar resultados satisfatórios.
É preciso lembrar, entretanto, que o carnaval de 2011 se foi, deixando os resultados satisfatórios, em comparação com os outros carnavais, para servir de alento e de resposta para a população que conta com as forças de defesa social e suas equipes de inteligência, para ter os seus direitos fundamentais garantidos.
Algumas estratégias aplicadas durante o período do carnaval podem, perfeitamente, ser experimentada nos tempos sem carnaval, principalmente no final de semana. Por exemplo, a fiscalização do Batalhão do Trânsito aos condutores que saem das festas, alguns embriagados e ao volante, pode continuar sendo executadas por todos os finais de semana ou todas as vezes que houver um grande evento na Cidade.
O que o sistema de defesa social não pode deixar de levar em consideração, também, é que o carnaval de 2011 foi atípico e que não contou com o principal evento, aquele realizado no Sambódromo – o desfile das escolas de samba do Estado.
Então, fazendo essa consideração e adequando o plano para quando houver esse desfile, podem a Policia Militar, a Polícia Civil, o Corpo de Bombeiro Militar, a Defesa Civil e a Guarda Municipal, sair dos seus respectivos quartéis para ganhar, depois do evento, os aplausos da população.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s